Fale Conosco           

       

 

“Wokovu” em Swahili significa “Salvação”. Através da educação, a Pro-Província congolesa está colaborando para a salvação de mais de 6.000 crianças e adolescentes.

O Complexo Educacional Wokovu

A Pro-Província congolesa iniciou um complexo escolar salvatoriano no distrito de Bel Air, Lubumbashi, usando, para isto, do extenso terreno em torno de sua casa de noviciado. O bairro Bel Air tem mais de 60 mil habitantes, dos quais mais da metade são crianças com menos de 15 anos de idade. A infraestrutura

educacional existente não é suficiente e, na maioria das vezes, é de má qualidade. Respondendo aos contínuos apelos das famílias, no sentido de investir no setor de educação, os Salvatorianos abriram, em 2009, um jardim de infância. Este deu origem a uma escola primária três anos depois, cuja capacidade dobrou em 2014. Assim, aproximadamente 600 crianças são atendidas no Jardim de Infância e quase 950 na escola primária. Durante o ano passado, foi construída a primeira etapa de uma nova escola técnica secundária, com a assistência da SOFIA Global e administrada pelo escritório SOFIA Congo. No dia 06 de setembro de 2017, foi inaugurado o novo ano letivo no complexo escolar de Wokovu, para a alegria das primeiras 175 crianças que começaram a usar o novo prédio, com 09 salas de aulas.

Escola Técnica Wokovu

Por que optar por uma escola secundária técnica? Antes do início do levantamento de fundos, dois especialistas independentes realizaram uma avaliação na área quanto às necessidades em relação ao ensino secundário. Os resultados foram muito evidentes:

• urgente necessidade de novas escolas secundárias;

• existe uma crescente necessidade de se concentrar na educação técnica, a fim de atender às crescentes demandas tecnológicas e à transformação da sociedade - o problema geral é a precária educação técnica em toda a RDC, incluindo a Província de Katanga;

• em consonância com a política governamental oficial, os Salvatorianos desejam aumentar a matrícula de estudantes, especialmente no que se refere à educação técnica.

Em base às reais necessidades da sociedade na cidade de Lubumbashi, bem como na região mais ampla de seu entorno, tomou-se a decisão de oferecer educação especializada em informática, eletricidade (para se tornar eletricista) e eletrônica (para se tornar um técnico elétrico). O projeto pretende alcançar os seguintes resultados:

• aprimoramento das habilidades técnicas dos jovens;

• melhoramento das infraestruturas e tecnologias;

• criação de oportunidades de trabalho paras as mulheres;

• incidir na sociedade quanto a uma mais justa distribuição de renda;

• contribuir para o crescimento econômico.

Os últimos 08 anos plasmaram um excelente histórico quanto aos esforços educacionais Salvatorianos no bairro de Bel Air, com uma positiva avaliação da educação pré-escolar e primária oferecida pela Pró-Província. A conclusão do ciclo completo da escola, com o secundário é, portanto, apenas a continuação lógica da iniciativa passada.

 

Planejamento e Execução do Projeto

A construção completa da infraestrutura da escola secundária está prevista para um período de 05 anos, estando distribuída em três fases. Em setembro de 2017 se concluiu a primeira fase, que consistiu na construção e na equipagem de um prédio com nove salas de aula. A construção foi concluída dentro do prazo estabelecido e dentro do orçamento planejado. As duas próximas fases consistem na construção e equipagem de:

• um prédio adicional com cinco salas de aulas;

• um bloco administrativo, com biblioteca e laboratório de informática;

• um auditório para o complexo escolar.

O auditório será utilizado por todas as etapas do complexo educativo Wokovu, bem como para atividades extracurriculares e para a organização de eventos (sociais, religiosos e civis). Ao exercer um forte impacto na educação de milhares de jovens e ao dispor da instalação do auditório para todos os tipos de encontros, a comunidade salvatoriana de Bel Air obterá uma alta visibilidade social, tendo em suas mãos um forte instrumento que influenciará na melhoria de todo o bairro circundante.

Histórico no país

Desde o início da missão salvatoriana no Congo, em 1954, nossos membros estão envolvidos na área educacional. Cada Comunidade Local conta, em sua área missionária, com escolas primárias e secundárias diretamente ligadas a ela ou que tem os missionários/sacerdotes envolvidos na gestão ou supervisão. A missão das escolas salvatorianas é dar formação aos jovens, proporcionando uma educação de qualidade, que facilite uma integração harmoniosa na sociedade. É com uma abordagem tão holística que esperamos capacitar as jovens gerações congoleses as a se tornarem agentes da transformação socioeconômica do país.

O complexo escolar de Wokovu não fica isolado e fechado em si mesmo em sua relação com a cidade de Lubumbashi e seus arredores. Recentemente, os Salvatorianos atuaram na criação e direção de mais escolas. Escolas adicionais estão em construção nos subúrbios de Lubumbashi, com a finalidade de atender a necessidade de mais alunos. Com a ajuda da SOFIA na formulação de projetos e na captação de recursos, a Pró-Província recentemente estabeleceu ou ampliou:

• a escolar secundária Pe. Jordan, em Kashamata, ampliando a existente escolar primária;

• a escola secundária São Cristóvão, na Paróquia Santo Abraão em Kilobelobe;

• a escola primária Mkombozi, em Golf Maïsha.

Administração escolar

Cada escola Salvatoriana possui um comitê de gestão, composto pelo diretor pedagógico, pelo gerente financeiro, pelo tesoureiro e pelo representante de professores. Ao nível da Pró-Província, uma Comissão de Escolas Salvatorianas funciona como um importante órgão de governo. Com base na visão salvatoriana da educação, esta comissão aborda vários tópicos relacionados às escolas, propõe soluções e fornece orientação geral ao funcionamento das escolas. Seus membros são:

• o Conselho Executivo (Superior Provincial, Diretor da Comissão Salvatoriana de Escolas, Tesoureiro Provincial e o Diretor do escritório SOFIA Congo);

• o diretor pedagógico de casa escola;

• diretores e coordenador dos professores de cada escola;

• representantes dos professores;

• pessoal administrativo.

Sustentabilidade

Tendo em conta a volátil situação socioeconômica da RDC, e o fato de que o governo congolês não paga os professores e outros funcionários, as escolas Wokovu funcionam de forma autônoma, graças à sua gestão efetiva, enxuta e não comercial. Como resultado, os custos de funcionamento e as respectivas taxas escolares permanecem baixas, os salários dos professores são adequados e pagos em dia, garantindo, assim, uma alta qualidade. Para cobrir as despesas extraordinárias foi criado um fundo escolar para todas as escolas de Salvatorianas da RDC. Este é uma espécie de fundo de solidariedade, ao qual cada escola faz uma pequena contribuição anual e pode solicitar ajuda, se for necessária.

É muito bom ver uma nova unidade se envolvendo com o campo da educação básica da geração jovem, e através dela não só colaborando com a construção do futuro do país, mas também realizando um apostolado especializado e de acordo com a missão salvatoriana de tornar o Salvador conhecido: “Esta é a vida eterna, que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e Jesus Cristo, que enviaste.” (Jo 17, 3). Para poder conhecer, as pessoas precisam ser ensinadas e instruídas. Por isso, nosso foco na proclamação por todos os meios e meios, sendo um deles a educação escolar formal.

1024IMG4852
1024IMG4858
1024IMG4848
1024IMG4847
1024IMG4840
1024IMG4838
1024IMG4833
1024IMG4821
1024IMG4816
1024IMG4815

 

 

Franciscus Jordan

Nem

traição, nem infidelidade, nem frio, nem desprezo, nada arrefeça o teu zelo!

Salvatorianos no Mundo

Albânia  Alemanha  Austrália  Áustria  Belarus  Bélgica  Brasil  
Camarões  Canadá  Colômbia  Comores Congo  Equador  
Escócia  Eslováquia  Espanha  Estados_Unidos  Filipinas  
Guatemala  Hungria  Índia  Inglaterra  Irlanda  Itália  México  
Moçambique  Montenegro  Polônia  República_Checa  Romênia  
Rússia  Sri_Lanka  Suíça  Suriname  Taiwan  
Tanzânia  Ucrânia  Venezuela