Fale Conosco           

       

Logo CH2018 EN

 


 

Logo


 

Emblema do XIX Capítulo Geral

O emblema do XIX Capítulo Geral da Sociedade do Divino Salvador – obra do Pe. Wiesław Stempak, SDS – reflete o desejo de reavivar o ardor apostólico salvatoriano. No contexto de uma sociedade cada vez mais necessitada de Deus, o Papa Francisco nos pede para sermos uma Igreja de portas abertas e em saída, ao encontro de todas as pessoas. Instigados pelo fogo apostólico presente na vida e nas palavras do Pe. Francisco Maria da Cruz Jordan, queremos buscar respostas concretas a este e a outros desafios de nosso tempo.

No âmbito da celebração do Centenário da morte do Fundador (1918-2018), optamos por deixar com que suas palavras ressoem no mais profundo de nosso coração: “Ide (…) inflamai a todos!”[1]. Assim, o Capítulo Geral se torna uma verdadeira oportunidade para que, ao vivificar o espírito apostólico do Fundador, sejamos novamente enviados, como “comunidade apostólica”, para tornar conhecido o Deus único e verdadeiro revelado em Jesus Cristo, bem como sua mensagem de Salvação.  

A mão que sustenta a lâmpada faz referencia à vocação apostólica salvatoriana de manter acessa e de portar a chama da salvação a todos os lugares do mundo, de modo a que também nós nos tornemos uma “lâmpada que arde e ilumina[2]. Este “ser luz de salvação” tem sua fonte em nossa experiência de encontro pessoal com Jesus Cristo. Sem fazer esta experiência de sermos discípulos salvos por Ele é impossível evangelizar, porque, como explicava o Fundador, se falta o óleo de uma espiritualidade profunda, a lâmpada se apaga[3]

A chama em amarelo indica a luz que é Jesus Salvador, que ilumina nossa existência. Ele é o modelo inspirador de nossa ação apostólica. Além disto, a cruz, no centro da chama, lembra-nos de que a missão apostólica não é uma simples tarefa humana, mas que a mesma é guiada e amparada pelo Espírito do Crucificado-Ressuscitado, que atua em nossa história. É o Espírito de Cristo o verdadeiro protagonista da missão!

Neste Espírito, os salvatorianos, tal como figuram as doze chamas multiformes, tornam conhecido em todo o mundo o amor do Único Deus Verdadeiro que, na cruz de seu Filho Jesus, abraçou o mundo para salvar a todos, sem excluir a ninguém. Realizamos este serviço com atos e palavras, tanto desde a multiculturalidade de nossa própria configuração internacional quanto da universalidade de modos e meios, atuando nas mais diversas realidades, unidos na mesma missão, como fiéis filhos espirituais do Pe. Francisco Jordan.

Por outro lado, as diferentes linhas que atravessam o emblema nos levam a pensar nos caminhos da história salvatoriana. Nas pegadas das diversas gerações ficaram impressas uma infinidade de testemunhos de conquistas apostólicas, de contradições e de cruzes. A continuação desta tradição de testemunho e de serviço apostólico está agora em nossas mãos, nas atuais linhas de nossa história, onde devemos ser os protagonistas.  Hoje, mais do que nunca, em continuidade criativa a esta tradição salvatoriana, é tempo de evangelizar e de avançar, inflamados e enviados a inflamar.


[1] Francisco Jordan, Diário Espiritual - II/21

[2] Francisco Jordan, Palavras e Exortações, 23 de junho de 1899.

[3] Cf. idem.

 

Franciscus Jordan

A

juda-me, Senhor, mostra-me os caminhos! Sem Ti nada posso. Espero tudo de Ti. Esperei em Ti, Senhor, não serei confundido para sempre.

Salvatorianos no Mundo

Albânia  Alemanha  Austrália  Áustria  Belarus  Bélgica  Brasil  
Camarões  Canadá  Colômbia  Comores Congo  Equador  
Escócia  Eslováquia  Espanha  Estados_Unidos  Filipinas  
Guatemala  Hungria  Índia  Inglaterra  Irlanda  Itália  México  
Moçambique  Montenegro  Polônia  República_Checa  Romênia  
Rússia  Sri_Lanka  Suíça  Suriname  Taiwan  
Tanzânia  Ucrânia  Venezuela